Mais uma edição histórica de Mundial! Atletas masculinos e femininos escrevendo seus nomes na história. Alguns derrubando lendas, outros quebrando recordes, ídolos/referências mantendo seu legado, junto à uma nova geração que vem mostrando também pra que veio. E por aqui, dentro da GFTeam, um ano de muito aprendizado! Alguns merecidos, outros doloridos e até mesmo alguns totalmente inesperados. Mas é sobre isso que a vida é feita, não é mesmo? Cair, levantar e seguir em frente?! Então… #GFTeamNãoPara, lembra?!

Pra nós, o Mundial começou lá no #NacionalGFTeam. Claro que antes dele tivemos eventos importantes como o Pan e o Europeu. Mas convenhamos… não é a realidade do subúrbio! E justamente por essa questão, desenvolvemos o nosso campeonato interno que esse ano proporcionou a oportunidade de dezenas de pessoas, entre atletas e comissão técnica de viajar para o Mundial custeado pela GFTeam. E tudo isso em busca do nosso maior sonho: o título mundial por equipes!

E pra criar o ambiente perfeito com laços de fraternidade, pressão e intensidade nos treinos, a GFTeam Orange foi mais uma vez, o local de CAMP, onde os nossos atletas de todas as filiais vieram pra fazer os últimos ajustes antes do Mundial. E que clima perfeito! Ver atletas de todas as faixas ali, na busca dos seus sonhos, superando as adversidades imposta pelo adversários, pela sua mente e pela sociedade não tem preço! Antes mesmo do Mundial começar, tivemos a certeza que o trabalho já estava bem feito, pois víamos ali que eles estão se tornando campeões da vida! Independente do resultado do campeonato em si, todos estão muito bem preparados pro que possa vir. De dificuldades financeiras ou de acesso à um berimbolo, eles estão preparados!

Já na “The Walter Pyramid”, o Mundial começou à todo vapor tendo diversas medalhas nas “faixinhas”. Sem citar nomes pra não ser injustos, todos deram a sua parcela de contribuição para que o título viesse. Com o passar dos dias, esses detalhes que fazem as diferenças foram ficando, junto às medalhas de prata e bronze, mais frequentes. Na somatória, acabamos perdendo pontos importantes e ficando um pouco aquém do que prevíamos, terminando o Mundial de 2019 na quinta colocação no Masculino e também no Juvenil, além do vice campeonato no Feminino.

Apesar dos apesares, saímos com a cabeça ergui da e mega agradecido por tudo que tivemos oportunidades e pudemos proporcionar nesse e pra esse Mundial. Que venhamos, a cada ano que se passa, com mais e mais atletas pra Califórnia na busca do somatório desses pontos. O título Mundial ainda não veio, mas temos a certeza de estarmos no caminho certo e esses pequenos ajustes serão revisados pra que voltemos mais forte que nunca ano que vem. 2020 é logo ali! #GFTeamNãoPara #SouQuemSouPoisSomosTodosNós

Comente essa publicação:

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

Logo_footer   
     2016 - Grappling Fight Team

Redes socias: