14741136_370307013300979_583612434_nConversamos com atletas e professores da GFTeam que se espalharam pelo mundo. Eles explicam como eram seus sonhos no início da carreira, como se imaginavam e como começaram a viver realmente de Jiu jitsu. Você vai ler histórias e perceber como o sonho de viver de Jiu jitsu se tornou possível, quais os sacrifícios e o que fizeram.

Victor Silvério, atleta campeão World pro UAEJJF que assumiu a Gfteam Flórida há aproximadamente 1 ano contou um pouco da sua história. Leiam como foi a conversa:

GFTEAM – Victor, quantos anos e há quanto tempo você treina ?
VICTOR SILVÉRIO – Eu tenho 25 anos e comecei a treinar há 11 anos atrás, com 14. Eu treinei por 3 meses em uma filial da BTT com o Jorge Negão, pai do Vitor Henrique Oliveira(também faixa preta da GFTeam). Fiquei depois 1 ano sem treinar e voltei a treinar com Leandro Barroso que era Game Fight, parte da Gama Filho. Quando a Game Fight saiu da Gama Filho, eu fiquei com o mestre Júlio César Pereira e depois viramos Gfteam.

GFTEAM – E quando você decidiu que isso seria sua profissão ?
VICTOR SILVÉRIO – Eu decidi isso na faixa azul, quando eu venci Abu Dhabi, mas eu tinha muitas dúvidas. Eu não lutei muito de faixa azul, não lutei mundial, nem brasileiro. Onde eu treinava não tinha cultura de competição, só fui lutar competições grandes na faixa roxa e isso me atrapalhou muito.

ctsilverioGFTEAM – E como você se imaginava ganhando dinheiro ? Sempre pensou em dar aula competindo em alto nível, pensou em desistir ?
VICTOR SILVÉRIO – Eu sempre quis abrir uma academia. Queria viver dando seminários, me ajudou estar perto do Rodolfo e ver que ele ganhava dinheiro com competição e seminários, aí eu vi que era possível. Eu fiquei na dúvida se eu tinha que ser atleta e professor ao mesmo tempo ou se eu esperava o fim da carreira de atleta pra virar professor. Até hoje bate uma dúvida, quando se é professor mesmo treinando junto, o mais importante no treino é o aluno e não você. Uma época eu me vi em 2º plano. Eu já pensei em desistir sim. Pensei em estudar, fazer concurso, cheguei a começar a faculdade na UFRJ. Então eu decidi arriscar, larguei tudo por não conseguir conciliar o Jiu jitsu com tudo.

GFTEAM – O que te fez arriscar ? Você estava encaminhado, fazendo faculdade e decidiu arriscar um futuro incerto. Você fez por intuição, por amor, pelos seus resultados ?
VICTOR SILVÉRIO – Porque incerto ?! Incerto porque eu não tenho um diploma. Diploma nunca foi certeza de nada. Fazer o que se ama é a única certeza de ter um futuro certo. Fazer algo pelo dinheiro é o primeiro passo para o insucesso. Hoje eu tenho certeza, antes eu tinha essa dúvida, mas hoje eu sei que se você faz algo por amor é a única forma de ser bom em algo. Se você faz algo arrastado, você não pode ser bom. Eu arrisquei por amor e felicidade.

teamsilverioGFTEAM – E como foi a oportunidade de ir ser o representante da GFTEAM na Flórida ? Ver um sonho se realizando e saber que teria de deixar tudo pra trás ?
VICTOR SILVÉRIO – Foi muito complicado. Demorou pra cair a ficha, fui em cima da hora, não tinha certeza e eu coloquei na cabeça que ia representar a Gfteam aqui. Só que eu estava na melhor fase da minha carreira, me sentindo próximo de conseguir tudo que eu quis como atleta, só que as coisas no Brasil já não estavam boas pra mim, eu queria minha independência financeira e no Brasil eu ainda não tinha. Então eu decidi vir, mas foi meio por impulso. Eu não me arrependo hoje em dia. No último ano eu evolui muito como pessoa, passei a ser um atleta mais técnico, mas no Brasil eu estava em grande fase e deu uma caída. Na Gfteam eu treinava com os melhores, lá eu era só atleta. Agora aqui está começando a acontecer, eu sabia que o primeiro ano era bem difícil, mas agora já estou adapatado. Eu dei sorte de vir para um lugar que tem treino. Tem o AJ Sousa, o Rodolfo veio para cá, já tinham alguns alunos graduados. Diferente do Brasil, aonde eu era só atleta, mas eu estou perto de ter a vida que sempre quis, treinar forte com meus alunos, deixar a academia já encaminhada e me dedicar as aulas e a treinar, porque meu sonho sempre foi, e sempre será, ser campeão mundial. Depois que vencer, vou querer vencer mais uma vez, mas eu também sempre quis ter meus alunos. Meu sonho de verdade nunca foi ser rico, sempre foi ter um treino duro pra mim com meus próprios alunos e eu sei que isso demanda tempo e eu estou esperando acontecer e isso vai acontecer.

14797538_370307016634312_1224753158_n

GFTEAM – E deixar tudo pra trás ? Como superar isso ?
VICTOR SILVÉRIO – Essa pergunta é difícil demais. Eu sabia que era a única forma de realizar o meu sonho. Eu não era de uma família rica, não éramos pobres, mas era de uma família que uma hora eu ia ter que fazer algo. Tem 1 ano e meio que não vejo minha família, não vejo vários amigos meus. Eu sei que no futuro, a alguns anos, até quando eu for velho, quando eu for contar da minha história, eu vou ter uma história bonita pra contar. Eu já passei por muita coisa aqui, coisas que eu nunca passaria no Brasil. Sair do conforto pro desconforto. Eu queria ser campeão mundial, mas eu nunca tinha feito nada de verdade pra isso. Eu já fiz tanta coisa aqui que na minha cabeça eu tenho certeza que isso vai acontecer.

GFTEAM – E a importância da GFTEAM e do professor Julio e Theodoro até aparecer a oportunidade ?
VICTOR SILVÉRIO – A GFTEAM era a maneira de isso acontecer. Isso não existiria, mesmo que eu pudesse ter um lugar para dar aulas treinando em outra equipe, o Júlio foi responsável por não deixar meu sonho morrer. A gente fica na dúvida do que a gente quer de verdade. O Júlio e o Theodoro foram os responsáveis por eu estar aqui hoje, quando eu não tinha certeza do que queria e estava sem foco, eles acreditaram em mim e hoje eu quero poder retribuir levando o nome da GFTEAM pra frente. Eu dou o meu máximo, não faço as coisas pela metade. Eu quero ter um grupo forte, não quero ser mais um, completei 1 ano agora e já tenho campeão mundial e campeão Pan Americano. Minha metodologia é não falar muito, é fazer. Eu tento fazer e mostrar que esse é o caminho, porque eu também estou fazendo.

GFTEAM – Uma dica pra quem pensa em desistir?
VICTOR SILVÉRIO – O conselho é tentar manter sua vida o mais barato possível. Não ter luxo e tentar viver com o mínimo que você pode. Sempre vai ter sufoco e perrengue, mas se você tem uma vida cara, cada vez fica mais difícil, você começa a dar valor pra outras coisas e começa a querer dinheiro e aí precisa a começar a ganhar dinheiro com outras coisas, mas no fundo mesmo você só precisa de kimono, ter o que comer e aonde morar. Só isso que você precisa pra ser um campeão de Jiu jitsu. E a realidade é que todos os campeões mundiais de Jiu jitsu ganham dinheiro.

GFTEAM – Obrigado, Silvério, agradecemos a conversa.
VICTOR SILVÉRIO – Obrigado e muito sucesso aí para esse novo formato da GFTEAM.




Comente essa publicação:

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

Logo_footer   
     2016 - Grappling Fight Team

Redes socias: