Por Prof. Alex Souto Maior

Nosso corpo possui termorreceptores sensíveis à variação de temperatura, consequentemente, eles procuram manter nossa temperatura corporal entre 36ºC a 37ºC. Temperaturas elevadas transferem calor do meio externo para nosso corpo, desta forma, estes termorreceptores para manterem a regulação da temperatura corporal enviam uma mensagem para os centros termorreguladores localizados no hipotálamo (Br J Anaesth 2000; 84: 615-628). Este mecanismo de equilíbrio promove sudorese intensa na pele associada a grande quantidade de fluxo sanguíneo (condutor do calor) na região cutânea (a pele fica avermelhada).

 Assim, a sudorese intensa promove grande perda de líquidos corporais fato este que reduz o fluxo de sangue que retorna ao coração. A redução do fluxo para o coração (retorno venoso) promove déficit do fluxo de sangue que segue para os pulmões prejudicando a transferência de oxigênio dos pulmões para o sangue, consequentemente, reduzindo a capacidade aeróbia (J Appl Physiol. 1997;82(6):2028-35.).
 
A sudorese induzida pelo exercício, especialmente realizado em ambientes quentes, pode levar à desidratação, pode alterar o equilíbrio hidroeletrolítico (significativa perda de sódio, potássio, magnésio, entre outros), dificultar a termorregulação e, assim, promove redução do desempenho esportivo. Desta forma, a hidratação torna-se uma intervenção essencial durante a pratica de exercícios físicos.
 
O American College of Sports Medicine (Med Sci Sports Exerc. 1996;29:1-11.) recomenda o consumo de aproximadamente 500mL de líquidos nas duas horas previas ao exercício. Durante o exercício, os atletas devem consumir fracionadamente cerca de 500mL de líquidos com a pratica de exercícios moderados com duração máxima de 1h. Quando o exercício apresentar intensidade de moderada a intensa é recomendado o consumo entre 600mL a 1200mL a cada hora de pratica.
 

Após a pratica dos exercícios é recomendável ingerir cerca de 150% da perda de peso corporal. Por exemplo, uma perda de 1,5 kg de peso corporal, deve-se ingerir 2,25 litros de líquidos. A adição de sódio (0,5 a 0,7g.L-1 de água) na solução de reidratação é importantíssima se o exercício apresentar duração maior que 1h. Além disso, os líquidos devem ser ingeridos em uma temperatura menor que a ambiente (entre 15 e 22ºC).

500274
Prof. Alex Souto Maior
 
Sobre o autor deste artigo:
 
Prof. Dr. Alex Souto Maior
  • Pós-doutor em fisiologia
  • Doutor em fisiologia
  • Mestre em engenharia biomédica
  • Especialista em treinamento de força
  • Graduado em Educação Física
  • Faixa-preta GFTeam





publicidade

Comente essa publicação:

Write a comment:

*

Your email address will not be published.

Logo_footer   
     2016 - Grappling Fight Team

Redes socias: